CHAOS COLLECTION
Faculdade Santa Marcelina,
Junho de 2014

  “O caos através da ordem”, uma comparação da relação inquietante entre o caos e a ordem. A intenção é a harmonia imagética composta através do caos, isto é, de uma mistura aleatória a partir de uma ideia inicial de referências e cores, principalmente focado na estamparia.

   O segmento é o sportswear, marcado por sua atmosfera de universalidade, onde a roupa é versátil, útil e confortável em todos os momentos e necessidades do dia a dia, principalmente para práticas esportivas. A coleção foi pensada nesse parâmetro na aplicação de bolsos, detalhes e aviamentos e no sistema dupla-face. As formas são simples e o conforto é priorizado, porém sem perder a qualidade dos detalhes.

   Outro objetivo da coleção é o equilíbrio artesanal/manual e tecnológico como um apelo às grandes marcas de sportswear que muitas vezes trabalham suas peças como um produto apenas, deixando de lado a delicadeza e dedicação no processo de produção, tanto da parte manual quanto técnica, e usando da tencnologia demasiada como uma forma de barateamento de produção, não priorizando a ideia principal: proteção, conforto e segurança. O objetivo é uma tentativa de quebrar o “made in China” nas etiquetas.

 

   The collection's theme revolves around the sentence "The chaos by order," a comparison of the disturbing relationship between chaos and order. The intention is a imagery harmony through chaos, as a random mixture from an original idea of ​​color references, mainly focused on printing.
  The segment is casual sportswear, marked by its atmosphere of universality, where clothing is versatile, useful and comfortable at all times and needs of everyday life. The collection was designed in this parameter in the application of pockets, details and trims and the double-sided system. The forms are simple and comfort is prioritized, but without losing the quality of the details.
   Another objective of the collection is handmade balance / manual and technology as an appeal to the big brands that often work their pieces as a product only, leaving aside the delicacy and dedication in the production process, both the manual part as technical, and using the technology too as a way of cheapening production, not prioritizing the main idea: protection, comfort and safety. The aim is an attempt to break the "made in China" on the labels.

1/7
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now